Dois cavalos vão invadir Folgosinho

É já neste fim-de-semana que a região vai receber uma visita muito especial. Vamos ser invadidos por dois cavalos. Não daqueles que relincham e cavalgam. Mas sim daqueles que fazem a delícia dos aficionados, os dois cavalos do mundo automobilista, não relincham, nem fazem pinotes, mas convidam a grandes passeios, e desta feita, a cidade da Guarda e a região envolvente, foram os escolhidos para mais um encontro de sócios do Clube de 2CV do Porto.

O périplo irá ter início por terras de Gouveia com visita a Vale de Rossim e almoço num restaurante de Folgosinho, seguindo-se para paisagens de Linhares e Celorico da Beira e terminando o primeiro dia na cidade mais alta. O segundo dia amanhece com um passeio até ao Sabugal onde os 2CV irão visitar a Aldeia Histórica de Sortelha, com almoço num restaurante em Casteleiro. Os cerca de 40 participantes irão rumar até à terra de Pedro Álvares Cabral, Belmonte, regressando á Guarda no final do dia, sendo que o domingo foi reservado para que os 2CV conheçam melhor a cidade de D. Sancho I.

O 2CV nasceu em 1935, com a intenção de ser um veículo para as classes menos abastadas que precisavam de um carro barato mas durável e robusto. O caderno de encargos da sua construção era bastante simples, o carro deveria transportar duas pessoas e 50kg de barragens, atingir os 60km/h, consumindo o mínimo de gasolina, ser capaz de passar por bons e mais caminhos e ser confortável. Ora o que para a altura era uma situação prática, hoje é o conjunto de especificações que garantem passeios de qualidade e oportunidades únicas de conhecer o país! Foi considerado o automóvel ideal para a aventura e a mística ainda perdura nos nossos dias!

Desde o primeiro modelo que o Citroën 2CV foi sofrendo algumas alterações sem, no entanto, perder a sua silhueta característica que acaba por ser a imagem de marca do 2cv. Recentemente o 2CV foi revisitado com a introdução no mercado de novos modelos, mais modernos, adaptados à realidade contemporânea, como o VW Beetle, Mini Cooper e o Fiat 500, no entanto deixa algumas reticencias nos entusiastas do 2CV.

O 2CV está no imaginário de todos uma vez que é um dos carros mais importantes e icónicos da indústria automóvel, tendo sido parte integrante de muitas famílias por esse mundo fora. Portugal não é exceção e existem alguns grupos que se dedicam a manter viva esta paixão, ajudando a conservar e preservar estes automóveis que já são parte da história da humanidade. Este fim-de-semana teremos a oportunidade de os ver a passearem pelas estradas da região, reavivando as memórias de muitos e aguçando a curiosidade de todos!

In heartbeat.pt

1 comment on “Dois cavalos vão invadir FolgosinhoAcrescente o seu →

Deixe uma resposta